Ahsoka: Atriz aborda as críticas sobre a sensibilidade à Força de Sabine Wren

Natasha Liu Bordizzo Sabine Wren ahsoka

A atriz Natasha Liu Bordizzo afirma que o percurso Jedi confuso de Sabine Wren em Ahsoka distingue a sua personagem dos restantes protagonistas de Star Wars sensíveis à Força.

O universo da Guerra das Estrelas expande-se com uma exploração mais profunda dos arcos secundários e das histórias secundárias, com filmes como Rogue One e Solo: A Star Wars Story a fornecerem contexto a eventos e personagens anteriormente considerados secundários. Séries como Star Wars Rebels e The Clone Wars também deram corpo à rebelião fora do cânone da trilogia original.

Ahsoka revive a tradição de Rebels com a adaptação live-action de protagonistas sensíveis à Força, como Ezra Bridger, Ahsoka Tano e Sabine Wren, cujo percurso Jedi foi recentemente minimizado pelos fãs da comunidade de Star Wars. A atriz Natasha Liu Bordizzo responde à reação negativa numa entrevista à Entertainment Weekly.

Relacionado


“Houve algum feedback [online] de que a Força era demasiado fácil para a Sabine, e eu pensei: ‘O que queres dizer com isso? “O conceito da Força ser esse estado de ser difícil de alcançar, mas alcançável, que as pessoas poderiam acessar com trabalho duro e dedicação, eu acho, é um conceito realmente honroso que se sente muito Dave [Filoni]. E George Lucas também tinha dito isso originalmente”.

A resposta de Bordizzo foi justificada, apesar de, historicamente, alguns dos protagonistas de Star Wars terem conseguido aceder à Força sem grande esforço, e alguns até quase instantaneamente (tipo a Rey). No entanto, este facto não diminui o significado das viagens dos seus heróis.

“Acho fantástico que tenha sido uma viagem”, continuou. “Podemos vê-la falhar e podemos vê-la tentar de novo e de novo. Mas nem sempre ela é porreira e acaba a luta de uma forma fixe e tem a última palavra. É confuso. E depois, finalmente, quando o que está em jogo é tão importante, ela é capaz de aproveitar o momento em que mais precisa”.

Embora Bordizzo estivesse provavelmente a descrever o arco da sua personagem em Ahsoka, o mesmo se aplica às façanhas e fracassos de Wren em Star Wars Rebels. Por exemplo: enquanto cadete da Academia Imperial de Mandalore, Wren inventou o Gerador de Impulsos de Arco, uma arma poderosa que, por sua vez, foi utilizada pelo Império contra a sua comunidade.

“Tem havido muito feedback sobre como Sabine fez algumas escolhas erradas, e ela é definitivamente uma personagem muito polarizadora para alguns”, explicou Bordizzo. “Mas foi muito divertido poder partir de um lugar tão sombrio e mostrar o arco de onde isso vai dar.”

Ahsoka reintroduz Wren como uma personagem cansada, o que torna o seu arco de redenção ainda mais catártico. A sua formação sob a orientação da Ahsoka de Dawson também ajudou.

“Penso que a série não teria tido uma viagem tão grande se não tivesse começado com uma dinâmica tão tensa e a precisar uma da outra, mas sem quererem precisar uma da outra”, acrescentou.

Este é apenas um dos arcos que espero que seja desenvolvido numa próxima temporada da série.


Se quiseres falar sobre qualquer coisa geek, podes falar comigo, através do twitter ou Instagram ou Facebook do Tretas do Cromo, sobre isto ou qualquer coisa sobre a DC, Marvel, Star Wars, The Witcher e mais temas geeks.

Youtube

Espreita também o Canal Youtube do Tretas do Cromo, e não percas nenhuma análise ou notícia sobre tudo que envolve o mundo geek.

Considera apoiar o jornalismo presente no site

Considera apoiar o trabalho feito no site, para que possa trazer mais conteúdo e de melhor qualidade, cada vez mais. Espreita uma das seguintes opções:

Obrigado pelo apoio.

SenhorPM

Geek a tempo inteiro, PM é o fundador do projeto Tretas do Cromo. Podes segui-lo no Instagram em @senhor_pm, no twitter em @senhor_pm ou no facebook em @senhorpm.

Deixe um comentário