The Last of Us: O guião da série era tão bom que alterou a agenda de Pedro Pascal

last of us hbo

The Last of Us, da HBO, abalou completamente a agenda de Pedro Pascal, mas no bom sentido.

Em declarações ao Deadline, juntamente com a sua colega Bella Ramsey, Pascal reflectiu sobre o sucesso da adaptação do videojogo e sobre a forma como se juntou inicialmente à série como protagonista Joel Miller.

Apesar de não estar familiarizado com o jogo The Last of Us, passou por um “processo de audição” tradicional para o papel, chamando-lhe: “Não foi um processo muito árduo, mas teve de estar relacionado com a leitura dos guiões. Apercebi-me, ao ler os episódios 1 e 2, que assim que o Joel conheceu a Ellie, era um papel que tinha inegavelmente de perseguir e interpretar.”

Pascal descreveu-se a si próprio como “deslumbrado com o mundo” de The Last of Us, e estava igualmente entusiasmado por trabalhar com Ramsey e com o showrunner de Chernobyl, Craig Mazin.

“Interceptou-me de uma forma muito específica”, disse, admitindo: “Tinha um plano para os próximos dois anos e, num período de 24 horas, este projeto interferiu em tudo por causa do quão especial pensei que era. E depois descobri que era um jogo muito popular pelo qual as pessoas perdem a cabeça”.

A primeira temporada de The Last of Us está disponível para reprodução no Max.


Se quiseres falar sobre qualquer coisa geek, podes falar comigo, através do twitter ou Instagram ou Facebook do Tretas do Cromo, sobre isto ou qualquer coisa sobre a DC, Marvel, Star Wars, The Witcher e mais temas geeks.

Youtube

Espreita também o Canal Youtube do Tretas do Cromo, e não percas nenhuma análise ou notícia sobre tudo que envolve o mundo geek.

Considera apoiar o jornalismo presente no site

Considera apoiar o trabalho feito no site, para que possa trazer mais conteúdo e de melhor qualidade, cada vez mais. Espreita uma das seguintes opções:

Obrigado pelo apoio.

SenhorPM

Geek a tempo inteiro, PM é o fundador do projeto Tretas do Cromo. Podes segui-lo no Instagram em @senhor_pm, no twitter em @senhor_pm ou no facebook em @senhorpm.

Deixe um comentário