O Remake de Splinter Cell está a ser reescrito para Jogadores Modernos

splinter cell

Uma nova listagem de empregos na Ubisoft revelou planos para atualizar a história da Splinter Cell para um público moderno no remake.

Tal como relatado pela PSU, a listagem de trabalhos da Ubisoft para um argumentista afirmou a intenção do estúdio de tornar o jogo mais acessível a novas e modernas audiências.

“Utilizando o primeiro jogo de Splinter Cell como nossa base, estamos a reescrever e a atualizar a história para um público moderno”, lê-se na lista. “Queremos manter o espírito e os temas do jogo original enquanto exploramos as nossas personagens e o mundo para os tornar mais autênticos e credíveis. Como roteirista na Ubisoft Toronto, juntar-se-á à equipa Narrativa e ajudará a criar uma experiência narrativa coesa e convincente para uma nova audiência de fãs de Splinter Cell”.

A Ubisoft anunciou o remake da Splinter Cell no final do ano passado, afirmando que planeava reconstruir o amado título de acção a partir do zero para fazer uso da tecnologia moderna. Em parte, pretende expandir o sistema de sombras e luz pelo qual o jogo original se tornou notório.

Espera-se que o remake de Splinter Cell seja lançado algures em 2024 ou 2025.

Que esperas desta modernização? Diz nos comentários abaixo.

Se quiseres falar sobre qualquer coisa geek, podes falar comigo, através do twitter ou Instagram ou Facebook do Tretas do Cromo, sobre isto ou qualquer coisa sobre a DC, Marvel, Star Wars, The Witcher e mais temas geeks.


Considera apoiar o jornalismo presente no site

Considera apoiar o trabalho feito no site, para que possa trazer mais conteúdo e de melhor qualidade, cada vez mais. Espreita uma das seguintes opções:

Obrigado pelo apoio.


Youtube

Espreita também o Canal Youtube do Tretas do Cromo, e não percas nenhuma análise ou notícia sobre tudo que envolve o mundo geek.

YouTube video

SenhorPM

Geek a tempo inteiro, PM é o fundador do projeto Tretas do Cromo. Podes segui-lo no Instagram em @senhor_pm, no twitter em @senhor_pm ou no facebook em @senhorpm.

Deixe um comentário