X-Men ’97: Episódio 7 Explicado! Quem é o novo Vilão?

X-MEN 97 episódio 7

O final do episódio 7 de X-Men ’97 foi repleto de grandes momentos, sequências de ação e revelações que conduzirão a série ao final da primeira temporada. Após o final do episódio 6 de X-Men ’97, o regresso de Charles Xavier parecia inspirar a esperança de que os X-Men iriam recuperar do ataque devastador em Genosha. 

No entanto, o episódio 7 de X-Men ’97 centrou-se diretamente na equipa principal, à medida que estes recuperaram os pedaços resultantes das mortes dos personagens no episódio 5 de X-Men ’97, desde a raiva e a fúria de Rogue até à ajuda a Genosha fornecida por Cyclops e o resto da equipa.

De lembrar que já só faltam três episódios para o final da primeira temporada de X-Men ’97, pelo que parece mais provável que os conflitos principais da série se estendam para a segunda temporada de X-Men ’97. Isto porque o final do episódio 7 fez várias revelações, incluindo um novo vilão para a equipa combater. 

Apesar de Mister Sinister ter sido implicitamente o responsável pelo ataque a Genosha, o final do episódio 7 revela que o vilão tem um aliado que pode ser mais perigoso do que qualquer outro inimigo que a equipa de mutantes tenha enfrentado até agora.

Relacionado


O final do episódio 7 de X-Men ’97 revelou o principal vilão da 1ª temporada

No final do episódio 7 a equipa encurralou Bolivar Trask em Madripoor. Trask revelou que Sinistro o manipulou para que ele desse ao vilão acesso ao Master Mold, permitindo assim o massacre de Genosha. Dito isso, a revelação dos Prime Sentinels revelou outro vilão envolvido com o Sinister, que dá pelo nome de Bastion. 

Bastion é um inimigo habitual dos X-Men na Marvel Comics, que está ligado aos Sentinelas de uma forma importante, o que explica a sua utilização no final do episódio 7 de X-Men ’97.

Na banda desenhada, o Bastion foi originalmente apresentado como um humano normal chamado Sebastion Gilberti. Depois de formar a força de ataque anti-mutante conhecida como OZT, também apresentada neste episódio, Bastion foi capturado pela S.H.I.E.L.D. 

loja pub deadpool 3

Ainda sob a sua custódia, o passado misterioso de Bastion foi revelado. Na verdade, Bastion nasceu como duas entidades distintas, Master Mold e um Sentinela futurista chamado Nimrod. Depois de entrar num cristal misterioso chamado Siege Perilous durante uma luta com os X-Men, estas duas entidades foram combinadas numa só, tornando-se assim em Bastion.

Contudo, Bastion não se lembrava da sua vida anterior e foi criado como um humano. Com o tempo, as tendências anti-mutantes inerentes à personalidade de Bastion assumiram o controle, forçando-o a entrar na vida de vilão que tinha vivido como Sebastion Gilberti. Embora esta história seja longa e possa ser simplificada para X-Men ’97, uma coisa é certa: Bastion é o principal vilão da primeira temporada, tal como Mister Sinister.

Explicação dos Prime Sentinels do episódio 7 de X-Men ’97

Depois de encontrar Trask no final do episódio 7, a Rogue parece matá-lo, atirando-o de um telhado em Madripoor. No entanto, Trask regressa como um Prime Sentinel robotizado, ou seja, uma nova criação de Bastion destinada a eliminar os mutantes. Estes Prime Sentinels são retirados diretamente da Marvel Comics como uma evolução dos Sentinels que têm atormentado os X-Men desde há muito tempo. No episódio 7 da série, os Prime Sentinels são apresentados de forma semelhante.

Como Jean Grey salientou, a mente de Trask está aprisionada dentro do Prime Sentinel. Na Marvel Comics, os Prime Sentinels são uma combinação de humanos e Sentinels que são ativados por implantes nanotecnológicos. Isto faz com que os humanos que hospedam os Prime Sentinels sejam agentes adormecidos, capazes de serem ativados a qualquer momento para erradicar os mutantes. Como o episódio 7 de X-Men ’97 deixa claro, Bolivar Trask é um desses Prime Sentinels e é ativado por Bastion para derrotar os X-Men ali presentes.

O Episódio 7 revela que Magneto está vivo e sequestrado por Bastion

Como se teorizou desde o episódio 5 de X-Men ’97, o final do episódio 7 confirmou que Magneto sobreviveu ao ataque a Genosha. No entanto, esta revelação foi feita de uma forma inesperada, com a série a revelar também que Magneto está sob vigilância de Bastion. No final do episódio 7, Bastion fala com o Magneto que está preso por uma coleira que reduz o seu poder e por outros dispositivos. Isto levanta a questão de saber o que Bastion planeia para Magneto. Contudo, o final do episódio dá uma pista sobre a resposta.

Bastion é apresentado a barbear Magneto enquanto explica que o calor permite que a pele humana amoleça. Bastion afirma que isto é mais fácil para ele quando tem de “começar a trabalhar”, ou seja, a sua transformação de humanos em agentes adormecidos dos Prime Sentinels. Esta cena pode sugerir que Bastion deseja transformar Magneto num Prime Sentinel, combinando os imensos poderes dos robôs com as capacidades mutantes de nível Ómega do mestre do magnetismo. Ao conseguir isto, Magneto regressaria aos X-Men sem saber do seu implante até este ser ativado, revertendo-o para um vilão inesperado aos olhos da equipa.

Como o Magneto sobreviveu? 

Esta revelação no final do episódio 7 levanta naturalmente a questão de como Magneto sobreviveu ao ataque a Genosha. No final do episódio 5, Magneto e os Morlocks foram atacados pelo Sentinel gigante. 

Como sabemos agora, Bastion tem controle sobre os Sentinelas no universo de X-Men ’97. Ele queria que os X-Men acreditassem que Magneto estava morto, apenas para capturá-lo para seus planos sinistros. Por isso, é provável que Bastion tenha comandado o Sentinela, fingido a explosão e capturado Magneto no caos que se seguiu. 

 A teoria comum de que os Morlocks, particularmente Leech, salvaram Magneto não é provavelmente verdadeira, especialmente porque o destino de Leech é desconhecido no episódio 7. Para quem não conhece os poderes do Leech, ele projeta uma aura que reduz as capacidades super-humanas, sejam elas mutantes ou não. O Leech pode desativar um mutante depois de o tocar durante cinco minutos, mesmo que este saia da sua proximidade. O que no momento em que ele está a abraçar o Magneto, poderia explicar a redução do impacto do Sentinela. Mas não parece ser o caso.

O episódio 6 tinha deixado um teaser que Magneto tinha sobrevivido

Apesar da sobrevivência de Magneto ter sido uma reviravolta inesperada no final do episódio 7, o episódio anterior deu a entender que era esse o caso. No episódio 6 de X-Men ’97, mostrámos que Charles Xavier estava a viver entre os Shi’ar. A certa altura, Charles usou os seus poderes telepáticos para levar os líderes Shi’ar para uma visão que simulava uma sala de aula. No entanto, a visão de Charles tornou-se azeda, com as suas capacidades psíquicas a avisá-lo das tragédias que ocorreram na Terra, como o ataque de Genosha.

Esta visão foi manifestada pelo povo Shi’ar na lição de Charles, transformando-se em esqueletos. Eventualmente, um esqueleto gigante de Gambit apareceu sobre Charles, levando o antigo líder dos X-Men a regressar à Terra. Curiosamente, esta visão não incluía o esqueleto de Magneto. 

Uma vez que Magneto e Charles têm uma ligação tão forte, seria de esperar que as capacidades psíquicas deste o avisassem da morte de Magneto e de Gambit. O facto de Magneto não estar presente nesta visão implicava que ele estava vivo, como foi confirmado pelo final deste episódio 7 de X-Men ’97.

O final do episódio faz de Cable uma personagem mais importante

Depois das suas aparições nos episódios 2 e 5 de X-Men ’97, poderíamos perguntar-nos quando é que Cable se tornaria uma parte mais importante da história da primeira temporada. O final do episódio 7 de X-Men ’97 parece dar essa resposta, com Cable a aparecer no final para derrotar o Prime Sentinel de Bolivar Trask e avisar a equipa do envolvimento de Bastion. 

Cable menciona que, a menos que os X-Men derrotem Bastion, não haverá um futuro em que valha a pena viver. Isso dá a entender que o Cable de X-Men ’97 está ciente da existência de Bastion e que ele ajudará os X-Men a combater o vilão no final da 1ª temporada. Inclusive, até podemos teorizar que o futuro que o Cable habita, é dominado pelo Bastion, e por isso é que ele volta no tempo para ajudar os X-Men.

O regresso de Charles Xavier aos X-Men pode vir a ser uma arma contra a equipa

A revelação de Bastion no final do episódio trouxe também a ameaça dos Prime Sentinels, ao mesmo tempo que introduziu outra forma como o vilão poderia prejudicar os X-Men. Bastion é apresentado a falar com o Mister Sinister que conseguiu reparar um satélite que permite a comunicação com os Shi’ar. 

Usando este satélite, Bastion soube que o Professor X ainda estava vivo, com Sinistro a dizer que pensava que o antigo líder dos X-Men tinha sido morto por Henry Gyrich. Apesar do regresso iminente de Charles à Terra ser positivo para os X-Men, Bastion dá a entender que pode usar isto como uma forma de atacar ainda mais a equipa.

No final, Bastion menciona que os X-Men têm estado a mentir ao mundo sobre a morte de Xavier. Isso sugere que Bastion irá expor que Charles está vivo, o que poderia afetar negativamente a visão humana em relação aos X-Men. 

Afinal, a aparente morte de Xavier fez com que os humanos simpatizassem com a causa mutante. Se Bastion revelar que Xavier está vivo e posicionar a morte deste como uma mentira contada pelos X-Men, essa simpatia rapidamente se transformará em raiva, ressentimento e mais ódio, o que poderia tornar o sonho dos X-Men muito mais difícil de ser realizado.

Os X-Men morreram no final do episódio 7 de X-Men ’97?

O episódio 7 também pode significar o fim de várias personagens. Mutantes como Rogue, Morph, Wolverine, Jean Grey e o Beast foram todos derrotados pelo Prime Sentinel. Com o vilão a declarar “mutante neutralizado” depois de derrotar cada membro da equipa, podemos perguntar-nos se esses X-Men foram mortos na realidade.

No entanto, é pouco provável que isso aconteça. Depois das muitas mortes do massacre do episódio 5, é difícil imaginar a série a matar mais personagens principais com tanto desdém. Uma possibilidade, no entanto, é que o Prime Sentinel possa de alguma forma tirar os poderes desses mutantes. 

Isto daria uma razão para que o Forge e a Storm se juntassem à equipa e lhes restaurassem as capacidades para um último esforço contra o Sinistro e o Bastion. Resta saber como os vários X-Men serão afetados após o final do episódio 7, estabelecendo um confronto emocionante entre a equipa e o novo inimigo.

loja pub deadpool 3

Ora assim chego ao fim da análise do episódio desta semana, e devo lembrar que o diretor da série revelou hoje que é importante que vejamos o episódio “One Man ‘s Worth”  da série original, X-Men: The Animated Series. Esse episódio vai ter ligação direta ao episódio 8 da próxima semana, possivelmente. Nesse episódio, que é na verdade dividido em dois, existe uma mudança da linha temporal e até os Avengers aparecem, para confrontar os X-Men. 

Por isso, o fato do realizador, ter dito que convinha vermos os episódios “One Man ‘s Worth”, pode  significar que os avengers podem fazer um cameo no episódio da próxima semana. O que encaixava tendo em conta o cameo do Capitão América no episódio 7. 


Se quiseres falar sobre qualquer coisa geek, podes falar comigo, através do twitter ou Instagram ou Facebook do Tretas do Cromo, sobre isto ou qualquer coisa sobre a DC, Marvel, Star Wars, The Witcher e mais temas geeks.

Youtube

Espreita também o Canal Youtube do Tretas do Cromo, e não percas nenhuma análise ou notícia sobre tudo que envolve o mundo geek.

Considera apoiar o jornalismo presente no site

Considera apoiar o trabalho feito no site, para que possa trazer mais conteúdo e de melhor qualidade, cada vez mais. Espreita uma das seguintes opções:

Obrigado pelo apoio.

SenhorPM

Geek a tempo inteiro, PM é o fundador do projeto Tretas do Cromo. Podes segui-lo no Instagram em @senhor_pm, no twitter em @senhor_pm ou no facebook em @senhorpm.

Deixe um comentário